Cicatrizes: quem não as tem?

IMG_7824

Basta olhar para uma cicatriz que logo você começa a desenrolar toda a história de como ela chegou ali. Cada marca no seu corpo tem o poder de te levar ao passado. Geralmente, são marcas de dor, afinal, a cicatriz é o resultado de uma ferida, de uma lesão causada, de um profundo trauma diretamente no seu corpo.

Durante toda a minha infância e adolescência eu nunca tive uma marca sequer em meu corpo. Mas, aos 21 anos, juntamente com o diagnóstico de câncer, começaram a vir os, nada desejados, cortes cirúrgicos.  Como o Linfoma de Hodgkin não é um tipo de câncer que pode ser retirado ou reduzido através de cirurgias, eu não precisei fazer nenhuma cirurgia imediata. Porém, ao longo do tratamento foram feitas algumas intervenções cirúrgicas, que me deixaram cicatrizes, as quais terei pelo resto da minha vida. Desde pequenas cirurgias de biópsia, colocação do port-a-cath (um cateter especial para quimioterapia), e mais 2 cateteres para o transplante de medula óssea, até uma grande cirurgia de retirada de uma parte do pulmão esquerdo, ao todo são 11 cicatrizes.

IMG_7846

Todas essas cicatrizes me fazem lembrar deste período de luta contra o câncer, e cada uma delas me faz lembrar de um fato específico durante esse processo. Literalmente, é o resultado de uma guerra, uma guerra contra o câncer, uma guerra em busca da vida!

Quando falamos de marcas, rapidamente já nos lembramos, também, das cicatrizes ou das feridas ainda abertas em nosso coração. Feridas, estas, resultantes de frustrações, perdas, decepções, traições, de um momento de rejeição ou abandono. Todo relacionamento pode gerar marcas. Basta estar vivo, para se machucar ali, se arranhar aqui.

Mas, quando se trata do nosso coração, não estamos tão dispostos a sofrer a dor do merthiolate, a dor da desinfecção, a dor para limpar a ferida e permitir que ela se feche naturalmente.

O maior engano é achar que o tempo cura qualquer ferida, achar que ignorar a dor fará com que você não a sinta mais. Pelo contrário, é necessário cuidar dela diariamente para que ela se cure mais rápido, e se torne, simplesmente, uma mera lembrança de algo que já se foi.

Feridas abertas atraem moscas! Feridas abertas cheiram mal! Feridas abertas sensibilizam e enfraquecem todo o corpo!

E da mesma forma acontece com nosso coração. Feridas abertas na alma atraem amargura, ódio, rancor, incredulidade e frieza emocional. Uma pessoa ferida é percebida de longe, não pelo odor, mas pela forma ríspida de falar, pela insensibilidade com a dor do outro. Pessoas feridas, ferem sem perceber. E dessa forma, todo o seu ser se enfraquece. Suas emoções oscilam com grande frequência, as dúvidas são pertubadoras, os medos gritam constantemente em seu interior, fazendo com que até seus relacionamentos definhem!

Porém, algumas feridas são tão grandes que não conseguimos sequer olhar para elas. São assustadoras! Assim, nada melhor que chamar Aquele que ”foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniquidades, o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados”(Isaías 53.5). Jesus é o único que conhece a dimensão da sua dor, pois Ele suportou dor maior que a sua por simplesmente te amar. Feridas maiores que as suas Ele carregou em seu corpo até a Cruz, e lá pregou junto de si cada uma das suas aflições, para que quando você passasse por elas, você soubesse que apenas Ele te ama a ponto de sofrer e se entregar por você!

Ele escolheu ser ferido para te curar.

Ele escolheu sofrer para te encorajar.

Ele escolheu ser castigado para que você tivesse paz.

Ele escolheu a morte, para que você pudesse viver.

“As marcas de amor que deixaste em meu ser são bem mais profundas do que as marcas de dor que a vida insiste tentar deixar em mim.” (Suelen Migowski – Marcas de Amor)

Beijos queridos leitores!

Anúncios

8 respostas em “Cicatrizes: quem não as tem?

  1. Linda mensagem, quanta experiência para uma moça tão nova como você, e o mais bonito é você poder dividir e informar as pessoas esse momento tão delicado. O que mais me chama a atenção é que você retrata o assunto de uma maneira leve e com humor. Parabéns pela sua iniciativa, vai ajudar muitas pessoas. Bjo.

    Curtir

  2. Querida Sonia..
    Hoje pela manhã ao vir para o trabalho, estava escutando um louvor.. que falava exatamente isso.
    você já deve ter escutado.
    Getsêmani – Leonardo Gonçalves

    “Ele tanto amou, tudo suportou.
    Ele carregou a nossa cruz.

    Vê os cravos nas mãos, Seu corpo a sofrer
    Naqueles momentos de dor.
    Vê o mestre a chorar e foi por você
    Que Ele mostrou tanto Amor.” […]

    Obrigada por cada post.. que Deus continue dando sabedoria para ajudar quem precisa! Você é a menina dos olhos de Deus..
    Linda *–*

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s