Dicas para fazer visita!

Welcome-mat

Assim como, quando um bebê chega em um lar, eu e minha família precisávamos de algumas novas adaptações para minha casa. Afinal, todos os meus anticorpos adquiridos por toda a minha vida, contra quaisquer vírus, foram destruídos juntamente com minhas células. Então, por estar praticamente sem defesas naturais, a cautela tem que ser máxima.

Já que cada um dos pacientes que recebe alta hospitalar após um Transplante de Medula Óssea recebe um guia informativo sobre tudo o que deve fazer para se proteger, resolvi fazer esse post para VOCÊ, familiar e amigo, a fim de tirar as principais dúvidas e destacar a necessidade de estar MUITO ciente da fragilidade de quem estão indo visitar.

  • Ele acabou de chegar do hospital, posso ir?

É importante ter em mente que seu amigo(a) acabou de sair de uma guerra violenta e que ele precisa de um tempo de adaptação em sua própria casa. Por isso, nada mais conveniente do que aguardar alguns dias para falar sobre seu interesse de ir vê-lo. O que não significa que você deve sumir e só enviar mensagens ou ligar quando quiser vê-lo. (O que não faz muito sentido para nós, não é?!)

  • Se estiver doente no dia combinado, não vá!

Assim que seu amigo estiver melhor recuperado e disposto a receber visitas, digamos que: Chegou a sua vez! Mas, é preciso muita cautela com a saúde do paciente, por isso marque de visitá-lo quando você estiver bem de saúde também. Qualquer suspeita de gripe/resfriado/moléstia, você deve comunicá-lo e juntos escolherem uma nova data para a visita.

  • Quantas pessoas podem ir?

É muito importante não fazer visitas de caravana na casa do ‘transplantado’. Primeiro, porque é mais conveniente ir 1 ou 2 pessoas, assim vocês podem conversar tranquilamente, sem muitas conversas cruzadas e dar a real atenção um ao outro.

  • Quem deve ir?

Com toda sinceridade e respeito, se você for uma pessoa pessimista e que adora contar histórias de situações e tratamentos que não deram certo, eu aconselho que você nem pense em fazer uma visita para alguém que simplesmente precisa de carinho e palavras de fé e esperança. Nas primeiras semanas, familiares e amigos íntimos são mais bem vindos!

  • Não leve crianças.

Não leve crianças!! Primeiro pelo fato do seu amigo, recém chegado do hospital, não poder dar muita atenção que uma criança precisa e, principalmente, pelo fato do ‘transplantado’ estar totalmente susceptível à infecções. Segundo, porque crianças na faixa etária escolar estão frequentemente tomando vacinas e ocasionalmente resfriadas/gripadas, ou em contato com outras crianças nessas condições. O que é um grande risco durante a visita.

  • Higiene reforçada

É importante lembrar que você pode ser uma fonte de bactérias e vírus também. (Calma, sem crise de hipocondria!) Mas, se você teve um dia inteiro de trabalho e em contato com muitas outras pessoas, evite ir com a roupa usada o dia todo. Ao chegar na casa do ‘transplantado’, antes de tudo peça para ir ao lavabo/banheiro para lavar as mãos e o rosto. 

  • A que horas ir?

Evite ir muito cedo ou muito tarde. Por conta da reabilitação física o ‘transplantado’ pode estar mais cansado que o normal e mais sonolento. Então, é sempre bom saber o horário em que ele(a) se encontra mais disposto.

  • O que dizer? Segure os conselhos e palpites.

Não importa muito se é uma gestante, um enfermo, uma família com um recém nascido ou recém chegados de uma viagem, convenhamos que ninguém gosta de receber visitas inconvenientes. A antiga conduta sempre ensina: ‘Se você não tem nada de bom a dizer, não diga nada!’. Em especial, uma pessoa que acabou de passar por um transplante precisa receber visitas alegres, palavras encorajadoras, cheias de fé e esperança; bem como palavras que celebram a vida! Faça-o lembrar de quão boa a vida continua e de que uma boa risada continua sendo um ótimo remédio. Amigos íntimos e familiares são sempre bem vindos, mas mesmo que você seja apenas um conhecido, tenho certeza que seu bom humor pode alegrar muito durante a visita.

  • Não tire fotos.

Não seja invasivo tirando fotos e revelando a intimidade de alguém que passou ou pode ainda estar passando por u tratamento delicado. Só tire fotos se ele pedir ou permitir.

  • Quanto tempo ficar?

Visitas de ‘médico’ pode parecer que você foi visitá-lo(a) apenas para cumprir obrigação, bem como passar o fim de semana inteiro fazendo uma visita pode ser incômodo. Seja ponderado. Existem pessoas que não conseguem ser sinceras em relação ao quanto estão cansadas e precisando descansar, então esteja atento à pessoa que está indo visitar. Creio que 1 hora, no máximo 2 horas, são suficientes para mostrar os seus sentimentos, ter uma boa conversa e deixar o recém chegado descansar.

  • Não leve alimentos.

Quem nunca levou uma caixa de chocolate ou flores para alguém no hospital? Quem nunca vez um bolo caseiro para levar em uma visita? Pois é, pessoas recém transplantadas possuem algumas, ou muitas, restrições em relação a alimentação e ao ambiente.

No momento não vou listar cada um dos cuidados que se precisar ter para a alimentação, mas por precaução é melhor não levar nada de alimento durante a visita. Flores podem ser um lindo presente, entretanto também pode ser um meio de levar bactérias, vírus, etc.

  • Leve presentes úteis 

Não há nada melhor do que levar um bom livro, um cd ou dvd, principalmente por serem itens que serão úteis para distrair o tempo daquele que tem passado a maior parte do tempo em casa.

  • Quando voltar?

Bom, depois de você ter feito sua visita, presenteado o seu amigo(a) com sua presença, espere algumas semanas para fazer uma nova visita. Afinal, existem outras pessoas querendo visitá-lo, e neste caso, as visitas funcionam praticamente por um serviço de senhas ou agendamento. rs Entretanto, pode ser que o ‘transplantado’ goste tanto de você que logo te pedirá para voltar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s