Desvendando seus tesouros interiores!

Você já percebeu que uma das pessoas mais difíceis de se conhecer é você mesmo?

Pois é, eu demorei um certo tempo para perceber isso, e creio que a maioria das pessoas passa longos anos de suas vidas, ou até mesmo a vida inteira e nunca se dão conta deste fato. Por que é tão difícil conhecer a nós mesmos?

Talvez isto se deva ao fato de estarmos tão empenhados em conhecer o outro com quem convivemos; o fato de estarmos tão empenhados em nossas conquistas, em nossos sonhos… Fatos que fazem totalmente parte de nós, afinal aonde você anseia chegar revela muito sobre quem você é.

Mas, quantas vezes nos atentamos a isso?

Quantas horas dedicamos a nós mesmos? A fazer uma atividade nova, para saber se temos aptidão a ela, se somos despertados e aflorados em nossa criatividade. Pois, a criatividade nada mais é do que deixar fluir o nosso interior para o exterior, seja depositando-o sobre uma folha de papel, em forma de pintura, rabiscos ou em palavras. Quantas vezes dedicamos tempo a um esporte que nunca fizemos, somente para descobrir o nível de prazer que ele pode nos proporcionar, o quanto nosso corpo pode ser explorado e desafiado?

E quanto a nossa alma? Alguns praticam a meditação, mas será que ficar de mente vazia realmente te leva a conhece-se mais profundamente? Conhecemos a nós mesmos quando refletimos, questionamos, e até conversamos com nosso interior! Conhecemos nosso caráter e personalidade quanto refletimos sobre nossos atos, escolhas e até mesmo nossos anseios para com os projetos futuros.

Poucos têm, e creio que ninguém deseja o privilégio que tenho tido de passar longas “férias” em casa, descobrindo meus dons, habilidades e prazeres. Ficar doente não é privilégio, não é prazeroso, muito menos confortável. Mas, é justamente isso que precisamos, sair do nosso conforto, quebrar a rotina banal e explorar mais a si mesmo. Dedicar horas da semana para se descobrir. Fazer um curso novo, ou pesquisar pequenas aulas na internet e reproduzir em casa.

Com esse post quero justamente te motivar a isso, faça algo novo, uma atividade nova, mude um hábito, crie outro melhor!

Durante 3 anos de tratamento eu pude realizar um sonho que sempre tive, e que hoje virou um dos grandes hobbies e até, quem sabe, uma futura profissão: A fotografia (clique para ler o post sobre). Além disso, aprendi a bordar toalhas com a minha vizinha Silvana, que foi uma paciente e motivadora professora, e vendo algumas aulas no Youtube. Me arrisquei a fazer aulas de desenho com giz pastel, e descobri que tenho uma certa ansiedade para ver projetos finalizados. Pinturas com tintas em madeira já me proporcionaram mais tranquilidade e trabalhar co cores me inspira muito. Resgatar um pequeno projeto de fazer meu próprio álbum de viagem de forma artesanal já me despertou para a nova atividade que desejo aprender: a arte do scrapbook em diferentes materiais.

IMG_9585

Foto0685

IMG_1508 IMG_1510

Enfim, a melhor terra que você pode explorar e descobrir grandes tesouros é a sua própria. Temos tesouros em nosso interior que só podem ser encontrados por nós mesmos!

tesouro pequeno

Utilize seu mapa interior e deixe seu tesouro brilhar!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s